Arquivo da Categoria: Educação e suas falácias amestradas

Educação e suas falácias amestradas. Toda a gente percebe de educação – parte 2

          Já aqui tinha feito referência ao vício de perorar sobre Educação, sobretudo quando não se domina o assunto. Este texto do Ramiro Marques pôs-me no caminho de mais um exemplo e não resisto a intercalar alguns comentários a … Continuar a ler

Publicado em Educação, Educação e suas falácias amestradas | Etiquetas | 4 Comentários

Educação e suas falácias amestradas. Escola e sociedade devem ser mundos separados.

Ana Maria Bettencourt ao Público: “Escola deve ter menos chumbos e garantir aprendizagem de qualidade “          Para o caçador de falácias sobre Educação, há territórios que parecem reservas cinegéticas com uma abundância só comparável ao Éden. Um … Continuar a ler

Publicado em Educação, Educação e suas falácias amestradas | Etiquetas | 1 Comentário

Educação e suas falácias amestradas. Um balanço provisório.

“Deixem-nos trabalhar!”      Chego a este ponto com o mesmo desconforto de qualquer autor de antologias, triste por ter deixado de fora tantas questões, muito triste por não ter tempo ou talento para tratar de todas e mais triste ainda … Continuar a ler

Publicado em Educação, Educação e suas falácias amestradas | Etiquetas | Publicar um comentário

Educação e suas falácias amestradas. As maravilhas da Escola a Tempo Inteiro.

     Uma das bandeiras do governo e dos comentadores entusiásticos é a da escola a tempo inteiro. O objectivo é o de ajudar as famílias que não têm onde ou com quem deixar os filhos, dando-lhes a hipótese de depositar … Continuar a ler

Publicado em Educação, Educação e suas falácias amestradas | Etiquetas | Publicar um comentário

Educação e suas falácias amestradas. Os professores devem ser afastados da gestão das escolas.

     O Paulo Guinote, em dois textos (este e este), e o Paulo Prudêncio (aqui) resumiram o essencial dos problemas levantados pelo novo modelo de gestão escolar. Como não vale a pena repetir as boas ideias, permito-me apenas reiterar a … Continuar a ler

Publicado em Educação, Educação e suas falácias amestradas | Etiquetas | 1 Comentário

Educação e suas falácias amestradas. Os professores não precisam de estágio pedagógico.

     Até há alguns anos, um professor estagiário tinha turmas atribuídas, podendo, inclusivamente, desempenhar a função de director de turma. Tudo isto se fazia sob a supervisão do orientador de estágio. O professor estagiário tinha, assim, oportunidade de viver … Continuar a ler

Publicado em Educação, Educação e suas falácias amestradas | Etiquetas | Publicar um comentário

Educação e suas falácias amestradas. Os professores são funcionários indiferenciados.

    Creio que o verbo ‘desenrascar’ já não é tão utilizado como dantes, mas o conceito continua a ser estruturante da mentalidade portuguesa. Pelo lado positivo, desenrascar pode ser uma manifestação de generosidade ou um gesto de amizade, quando é … Continuar a ler

Publicado em Educação, Educação e suas falácias amestradas | Etiquetas | 3 Comentários