Os irlandeses explicam

 

Irlanda: ‘Foi o Estado social que nos aguentou’

Já Francis Chambers refere que o generoso Estado Social foi vital para os irlandeses atravessarem a crise sem grandes problemas. “Os mecanismos de protecção social são bastante fortes na Irlanda. Temos menos do que antes, mas conseguimos sobreviver bastante bem. De certa forma, foi o Estado Social que nos aguentou durante a crise, mas não vejo isso a acontecer em Portugal, Espanha ou Grécia”, acrescenta o irlandês de 53 anos, habitante de Dublin.

O maior perigo, dizem, é o exemplo que a Irlanda vai representar para a UE e restantes países intervencionados: “As equipas da troika chegaram à Irlanda como deuses e os nossos políticos fizeram-lhes as vontades todas. Agora com a saída da Irlanda do resgate vão vender o ‘sucesso’ da fórmula a países como Portugal e tentar convencer o resto do mundo, sem nunca olharem para as consequências destes programas na vida das pessoas”, remata Steve Bligh.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Política internacional, Política nacional, Sociedade com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s