Divergências naturais e esforços de convergência

O Diário de Notícias Jornal de Notícias endereçou a alguns notáveis a seguinte pergunta: “Faz sentido que Portugal continue a liderar o Novo Acordo Ortográfico ou estamos a falhar os objetivos [sic] e o Acordo deveria ser suspenso?”

Uma expressão como “liderar o Novo Acordo Ortográfico [AO90]” fez-me imaginar Portugal a ordenar ao AO90 que rebolasse ou que desse a pata. Seria, até, muito justo que, neste momento, Portugal pusesse o dedo no ar e repreendesse: “Acordo feio! É feio o Acordo!” Felizmente, o AO90 não é um animal de estimação e pode, portanto, ser abandonado. De qualquer modo, se fosse um animal, não seria de estimação.

Depreende-se, afinal, que o jornalista que inventou a pergunta terá partido do princípio de que tem sido Portugal a liderar o processo de concepção e aplicação do AO90 na lusofonia, o que, a ser verdade, parece indicar que o dito jornalista vê Portugal como “dono da língua” ou, no mínimo, proprietário da ortografia, o que é uma coisa assim a dar para o colonialista.

Há cerca de um ano, a propósito da liderança de Portugal neste processo, Cavaco Silva declarava o seguinte: “Quando fui ao Brasil em 2008, face à pressão que então se fazia sentir no Brasil, o Governo português disse-me que podia e devia anunciar a ratificação do acordo, o que fiz”. Felizmente, temos um presidente que soube mostrar aos brasileiros quem manda.

Mantendo o texto num nível presidencial, em resposta à pergunta do Diário de Notícias, Braga da Cruz, presidente da Fundação de Serralves, declarou: “Não, porque está a fazer o seu caminho. A língua é um sistema dinâmico que tende naturalmente a divergir. Por isso, numa comunidade de falantes tão vasta, dinâmica e viva como a nossa, há vantagens para todos que periodicamente haja um esforço de convergência. Mesmo que este sistema ortográfico não seja perfeito é melhor tê-lo como ponto de partida para o aperfeiçoar numa iteração seguinte.”

Gostaria de começar por dizer que responder negativa ou afirmativamente a uma pergunta que inclua uma disjuntiva pode dar origem a confusões. Aparentemente, Braga da Cruz é de opinião que Portugal não deve continuar a liderar o AO90, ao mesmo tempo que acredita que não estamos a falhar os nossos objectivos, sendo, portanto, contra a suspensão do dito acordo, esse mesmo que “está a fazer o seu caminho.”

Seguidamente, Braga de Cruz relembra que a “língua é um sistema dinâmico que tende naturalmente a divergir.” Depreende-se, é claro, que esteja a referir-se à língua portuguesa falada nos vários continentes, que uma pessoa, com este homem, é obrigada a adivinhar tudo.

Esta mesma tendência natural para divergir, ainda mais numa comunidade “tão vasta, dinâmica e viva”, é, segundo Braga da Cruz, razão suficiente para que “periodicamente haja um esforço de convergência”. Mas se a divergência é natural, não será a convergência antinatural? Nada que preocupe o presidente de Serralves, que se limita a falar, adiando a argumentação para outro dia em que possa perder um pouco de tempo a pensar.

Entretanto, depois de ter perorado sobre o dinamismo da língua, essa doença que deve ser corrigida pela convergência, Braga da Cruz chega, finalmente, à questão ortográfica, na qual, provavelmente, já quereria ter entrado, convergindo com muitos outros, ao repetir, quase enfadado, a ideia de que o actual acordo, podendo ser imperfeito, poderá ser melhorado, ideia perfeitamente original de tão óbvia, já que a perfeição não admite melhoramentos.

Ficamos, assim, à espera da “iteração seguinte” do AO90, ou seja, da sua próxima repetição. Sim, confesso que também estou confuso e que espero acabar por convergir na divergência.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Acordo ortográfico com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s