Compreender e perdoar

Posso «compreender» fenómenos no seu contexto histórico, como a repressão intelectual e a Inquisição, a condenação das bruxas à fogueira, a perseguição dos judeus e a discriminação das mulheres, mas tal não significa que, por conseguinte, eu possa «perdoar» seja de que maneira for.

Küng, Hans, A Igreja Católica, p. XVII

Estas palavras são de um padre católico e ilustram, com extrema clareza, o modo como podemos e devemos olhar para a História, mesmo a História daquilo que nos é mais querido.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Religião, Sociedade com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s