Piquenique na Avenida da Liberdade: o sonho de Pedro Marques Lopes

Se Pedro Marques Lopes, incomodado pela juventude em protesto no Rossio, desejou uma carga policial, face à ocupação da Avenida da Liberdade, terá desapertado o nó da gravata e rasgado a camisa, urrando por pára-quedistas, implorando fuzileiros e exigindo o bombardeamento aéreo. Deve ter passado o fim-de-semana a sonhar com o cheiro misturado do napalm e do porco preto, ter-se-á deliciado com a antevisão de ovelhas desmembradas pelos morteiros, babou-se, com certeza, com a imagem dos burros decepados pela metralha. Conseguirá o eminente comentador sobreviver a tanta frustração?

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Humor, Sociedade com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s