Olhos que não sentem, coração que não vê

                Segundo a TSF, a senhora Ministra, entre outras pérolas, terá dito que “não tem conhecimento de qualquer destes casos, que nem sequer costumam ser reportados ao Ministério, «porque as escolas intervêm, proporcionando ao aluno aquilo que são as suas necessidades de apoio».” 
             Confesso que também sou um bocado assim: quando não sei da existência de um problema é porque alguém está a resolvê-lo. Por exemplo, a esta hora, em Monção, há um senhor que não consegue abrir a porta de casa, mas como eu não sei disso, o mais certo é que a mulher lhe abra a porta por dentro. Perceberam? Eu também não.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s