Traição honesta

 

         

            Anteontem, estava entretido a folhear o Jornal de Notícias, quando choquei de frente com o seguinte título numa entrevista: “Fui traído por Narciso de forma desonesta” (aqui). Diante de uma pérola destas, os problemas do PS de Matosinhos ainda têm menos interesse. Guilherme Pinto, o entrevistado, reinventa a Ética, criando, implicitamente, um novo conceito: o da traição honesta.

            Se se pudesse viajar no tempo, seria possível reabilitar Judas, bastando, para tal, que, ainda no decorrer da Última Ceia, tivesse confessado a Jesus o recebimento dos trinta dinheiros. Diante da confissão dos companheiros preparados para o matar, Viriato diria: “Assim está bem, traíram-me, mas foram honestos. No que depender de mim, só teria bem para dizer, se, depois de me matarem, continuasse vivo.” No fundo, César (esse Guilherme Pinto de toga) entrevia já a honestidade da traição  no “Tu também?” que terá dirigido a Bruto, deixando-se, então, esfaquear tranquilamente, orgulhoso do filho tão adoptivo quanto dilecto. Usando desta novidade moral, será possível, por exemplo, a mulher confessar pormenorizadamente um adultério, tranquilizando, deste modo, o marido, sendo, só então, possível que a paz reine no lar e a sopa seja servida.

           

            P.S. – Estás a ver a falta que me fazes, Manel?

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

2 respostas a Traição honesta

  1. Rui diz:

    Será a morte uma traição honesta?

  2. Rui diz:

    Será a morte é uma traição honesta?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s