Há homens com sorte!


       

      Visita guiada ao cancioneiro de Afonso Sanches

     Para ver os textos existentes sobre este assunto: Afonso Sanches

Dizia la fremosinha:

ai, Deus, val!

Com’estou d’amor ferida!

ai, Deus, val!

Dizia la bem talhada

ai, Deus, val!

Com’estou d’amor coitada!

ai, Deus, val!

Com’estou d’amor ferida!

ai, Deus, val!

Nom vem o que bem queria!

ai, Deus, val!

Com’estou d’amor coitada!

ai, Deus, val!

Nom vem o que muit’amava!

ai, Deus, val!”

            O texto transcrito, da autoria do nosso já conhecido Afonso Sanches, é uma cantiga de amigo. Neste género trovadoresco, o criador realiza, poética ou virtualmente, uma operação de mudança de sexo, transformando a sua voz numa voz feminina.

            No texto que estamos a analisar, encontramos uma senhora formosa (“fremosinha” e “bem talhada”) que espera pelo seu amado (“o que muito bem queria” ou “o que muit’amava”), mas ou ele está atrasado ou ela teme que não venha. Para além disso, a ideia de sofrimento amoroso repete-se ao longo de todo o poema (“ferida” e “coitada”).

            Cabe, ainda, dizer que esta cantiguinha respeita absolutamente os hábitos de simplicidade típicos das cantigas de amigo, como se pode notar, por exemplo, no facto de que metade dos versos corresponde ao refrão.

            Os mais apressados poderão entrever neste tipo de textos uma tendência carnavalesca que leva os homens a vestirem-se de mulheres ou uma tentativa do homem medieval para entrar no (incompreensível?) mundo da psicologia feminina. Serão hipóteses muito respeitáveis, mas estudos recentes apontam para a criação poética de uma situação que poderia ser querida a muitos homens: ter uma mulher com tantas qualidades a desejar ardentemente a sua chegada. Pois não será um homem de sorte aquele que tiver uma “fremosinha” cheia de amor à sua espera? Seja como for, não convém obrigá-la esperar demasiado nem é bonito fazê-la chorar. 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Afonso Sanches, Uncategorized com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s