componente trabalhista ou Volta, Gabriel Alves, estás perdoado!

Durante o jogo Marítimo-Boavista, Joaquim Rita explica a entrada de um suplente: “vai entrar Paulo Sousa para reforço da componente trabalhista do meio-campo”. São frases destas que nos fazem ganhar uma semana, ao mesmo tempo que nos impedem de ver o jogo. Mas, na verdade, que interesse tem o futebol quando um homem põe a seus pés a língua portuguesa?

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s